TechByte incentivando o esporte.

dsc_0685Triciclo usado no Drift Trike
Para a prática do Drift Trike, um triciclo adaptado conhecido como ‘trike’ – um misto de carrinho de rolimã com triciclo infantil e bicicleta BMX, que utiliza em sua parte dianteira os componentes: garfo, guidão de bicicleta e roda. Na parte traseira, duas rodas de plástico rígido, já que na traseira o objetivo é fazer deslizar e/ou derrapar nas curvas, com as mais ousadas manobras. Muitos pilotos optam pelas rodas de kart na traseira. O assento é um banco de plástico que tem formato de concha. A frenagem, embora não seja obrigatória nesta modalidade, é recomendada já que o trike é usado em curvas e ladeiras. Muitos pilotos preferem controlar a velocidade do trike com suas manobras. A maioria dos trikes não possui pedais, contando com pedaleiras para auxiliar no controle com os pés.

Categorias do Drift Trike

Esta modalidade esportiva é dividida em duas categorias: Speed e Slide.

No Speed, pilotos se enfrentam em uma corrida ladeira abaixo e a velocidade do trike pode chegar até 80, 120 km/h dependendo da ladeira.

Na categoria Slide, os pilotos enfrentam obstáculos na pista derrapando com o trike, provando suas habilidades.

Equipamentos de segurança usados no Drift Trike

Esporte radical, o Drift Trike vem atraindo toda a família para sua prática. Por ser um esporte em alta velocidade e com manobras consideradas de risco, o Drift Trike requer proteção, ou seja, é preciso usar alguns itens de segurança, tais como luva, cotoveleira, joelheira e capacete. Estes itens são obrigatórios para os participantes da modalidade esportiva que, em campeonatos, devem também usar protetor cervical.

Rolar para cima